Política

Cacá afirma que sistema falhou em votação contra Cunha: "Infelizmente aconteceu"

Listado como ausente na sessão que decidiu pela cassação do mandato do ex-parlamentar Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado Cacá Leão (PP), afirmou, em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (13), que houve um erro durante o registro do seu voto. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Camila Tíssia no dia 13 de Setembro de 2016 ⋅ 10:04

Listado como ausente na sessão que decidiu pela cassação do mandato do ex-parlamentar Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado Cacá Leão (PP), disse, em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (13), que houve um erro durante o registro do seu voto. Destacando que esteve presente na Câmara, o pepista afirmou que vai pedir "revalidação". "Parece até brincadeira, mas houve um erro na mesa onde eu registrei meu voto e ele não chegou ao painel", relatou. A votação aconteceu na última segunda-feira (12).

"Na hora que eu votei, fui um dos primeiros. Estava lotado, empurra-empurra nos processos. Mas, graças a Deus, na hora de votar fotografei meu voto e o voto não chegou ao painel. Votei e saí do plenário para conversar com colegas. Quando encerrou a votação, um jornalista me ligou e perguntou porque eu estava presente e não havia votado", justificou.

Apesar de lamentar o ocorrido, o deputado afirmou que a "consciência está tranquila". "Falei ontem aqui [na Metrópole] informando que eu votaria. Uma votação histórica. Vamos pedir uma auditoria e eu sei a mesa qual foi. Infelizmente aconteceu, mas não atrapalhou o processo. Foi uma larga margem. Tem outros casos de deputados que estavam presentes e não votaram, não é o meu. Já dei entrada no requerimento pedindo a validação", informou. Questionado sobre a postura de Cunha durante a sessão, Cacá declarou: "Enfrentou até o final. Achei que ele iria renunciar no discurso".

Notícias relacionadas