Política

Em sabatina, Neto destaca desigualdade como principal problema de Salvador

A pobreza e a desigualdade social são os maiores problemas de Salvador. A afirmação é do prefeito e candidato à reeleição ACM Neto (DEM), que participou da sabatina do programa Bom dia Bahia, da TV Aratu, na manhã desta segunda-feira (13). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 13 de Setembro de 2016 ⋅ 13:32

A pobreza e a desigualdade social são os maiores problemas de Salvador. A afirmação é do prefeito e candidato à reeleição ACM Neto (DEM), que participou da sabatina do programa Bom dia Bahia, da TV Aratu, na manhã desta segunda-feira (13). Destacando os investimentos em programas sociais, Neto afirmou que o tema precisa da atenção de "governos sucessivos", para que a área apresente melhores resultados. "Eu conheço Salvador como a palma da minha mão. Priorizei a área social nesses últimos quatro anos, investindo 76% dos recursos da prefeitura nas regiões mais carentes. Tenho que constatar que serão precisos vários governos, sucessivos, voltados com essa mesma prioridade para os mais pobres a fim de superar esse que é o principal problema de Salvador", afirmou.

"Claro que, isso tem relação com a questão do emprego. Temos hoje o programa Salvador Emprego, com objetivo de aproximar o emprego da moradia. Permitir que nas áreas mais pobres possa existir geração de emprego e renda nos próximos anos", acrescentou.

Questionado sobre o trânsito na capital, Neto comparou a situação nos anos de 2012 e 2016. "Toda cidade grande sempre vai enfrentar problemas de mobilidade. Mas se a gente comparar Salvador de 2012 com a Salvador de hoje, o trânsito melhorou muito. Fizemos intervenções fundamentais e estratégicas", disse.

De acordo com o candidato à reeleição, a capital baiana terá conjuntos semafóricos controlados a distância, além do Bus Rapid Transit (BRT). "Estamos fazendo o cabeamento de várias vias e haverá o controle semafórico a distância. O agente de trânsito vai contolar o comportamento dos semáforos pra garantir fluidez. Estamos assinando o contrato do BRT, que vai integrar a Estação da Lapa ao Iguatemi. Depois, extensivo à Orla pelo Itaigara", garantiu.

Sobre a reivindicação de novos concursos públicos, por parte das categorias, Neto declarou: "Aumentar ou não o número de funcionários efetivos depende muito do comportamento de arrecadação do município. Todos sabem que as contas estão equilibradas. Queremos sim, num próximo mandato programar concurso para Guarda Municipal. Queremos ampliar o efetivo", finalizou.

 

Notícias relacionadas

[Moro deseja regulamentar lobby político]
Política

Moro deseja regulamentar lobby político

Por Marina Hortélio no dia 13 de Dezembro de 2018 ⋅ 18:40 em Política

Ele afirmou que melhor regulamentar o lobby do que permitir que ocorra 'as escuras'