Política

Em coletiva, Geddel fala sobre o governo Dilma em Salvador e sobre novo BRT

Na coletiva que aconteceu na manhã desta sexta-feira (16), após a assinatura da liberação dos recursos para a implantação do BRT de Salvador,o ministro da Secretaria do Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), foi questionado sobre o governo Dilma na capital baiana, a perspectiva das licitações e obras do BRT e também sobre o foco principal do projeto. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Metropress

Por Laura Lorenzo no dia 16 de Setembro de 2016 ⋅ 15:55

Na coletiva que aconteceu na manhã desta sexta-feira (16), após a assinatura da liberação dos recursos para a implantação do BRT de Salvador,  o ministro da Secretaria do Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), foi questionado sobre o governo Dilma na capital baiana, a perspectiva das licitações e obras do BRT e também sobre o foco principal do projeto. 

Ao ser questionado se houve alguma "má vontade" da parte da ex-presidente Dilma Rousseff em relação ao BRT de Salvador. Em resposta Geddel disse apenas que, "sem querer polemizar", ele conseguiu fazer em três meses o que estava se arrastando por três anos. "A ex presidente prometeu, fez muito discurso, foi cobrada pela imprensa mas nada aconteceu. Agora está aqui, é concreto, está assinada, assegurado. Então os fatos falam muito mais do que milhares palavras. As palavras poderiam parecer provocação política. A fotografia desta assinatura com a caixa econômica fala por si só", disse o ministro.

"Depois que o projeto estiver completo uma pessoa vai poder fazer de ônibus em 15 minutos saindo da estação da lapa e chegando na região do iguatemi. o objetivo de melhorar a qualidade de vida de melhor a qualidade de vida das pessoas que andam de ônibus todo dia. Esse é o nosso principal foco, melhorar o sistema de transporte, ter um sistema de alta capacidade e permitir que as pessoas andem com mais conforto, com mais segurança e gastando cada vez menos tempo no transporte público, porque isso significa mais tempo para sua vida", disse o peemedebista. Ele garantiu ainda que o p?ojeto será uma solução definitiva ao congestionamento das avenidas Vasco da Gama, Garibaldi, Juracy Magalhaes e Antonio Carlos Magalhaes. 

Geddel falou ainda que ao início das obras vai depender do "desenrolar processo de licitação", que, segundo ele, deve levar uma média de 5 meses. "Nós queremos fazer uma licitação internacional, ou seja, a abertura para participação ampla de concorrência, uma licitação segura, fiscalizada pelos órgãos de controle, acompanhada rigorosamente pela caixa econômica federal. Em geral uma licitação dessas deve demorar de 4 a 5 meses para ser concluída. no mínimo 4 podendo chegar a 6 meses, então vamos trabalhar com a média de 5 meses para a conclusão da licitação. com relação ao prazo das obras, em se tratando de um rdc vai ter primeiro uma etapa de complementação do projeto, e no momento que começar a obra a gente calcula que correndo e se esforçando a gente vai conseguir concluir em 24 e 30 meses", declarou.

Notícias relacionadas