Política

Otto sobre Renan: “Não tem provas contra ele, como há contra Cunha"

O senador comentou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (19), as acusações que pesam sobre o presidente do Senado Federal Renan Calheiros (PMDB-AL) e o ex-deputado federal e ex-presidente da Câmara dos deputados,Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ambos alvos da Operação Lava Jato, que desbaratou o esquema de corrupção da Petrobras. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira /Metropress

Por Milene Rios e Matheus Morais no dia 19 de Setembro de 2016 ⋅ 08:49

O senador Otto Alencar (PSD), em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (19), comentou as acusações que pesam sobre o presidente do Senado Federal Renan Calheiros (PMDB-AL) e o ex-deputado federal e ex-presidente da Câmara dos deputados,  Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ambos alvos da Operação Lava Jato, que desbaratou o esquema de corrupção da Petrobras. Para Otto, o fato de Cunha ter sido afastado e ter o mandato cassado e Calheiros permanecer no poder, é a falta de provas claras contra o senador. 

“Não tem provas contundentes contra ele, como há contra Cunha. A delação tem que buscar a prova material, que houve o fato. No caso de Cunha teve as contas no exterior, os extratos do cartão. No caso de Renan tem a delação, no PMDB foram quase todos. Quem está envolvido em delação, é uma calamidade aceitar ser ministro. O Cara como Jucá entrar no governo com a delação nas costas faz mal para o governo”, pontuou Otto. 

Notícias relacionadas