Política

Depois de eleger dois vereadores, causa animal vira mote para candidatos

Definitivamente, a defesa dos animais virou bandeira política. Aliás, mais que isso: transformou-se em nicho eleitoral para uma série de candidatos que sonham com o sucesso nas urnas e uma vaga nas casas legislativas Brasil afora [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Instagram

Por Matheus Morais no dia 25 de Setembro de 2016 ⋅ 11:31

Definitivamente, a defesa dos animais virou bandeira política. Aliás, mais que isso: transformou-se em nicho eleitoral para uma série de candidatos que sonham com o sucesso nas urnas e uma vaga nas casas legislativas Brasil afora.
Em Salvador, inspirados no sucesso eleitoral do deputado estadual Marcell Moraes (PV) — eleito em 2012 e 2014 — e da vereadora Ana Rita Tavares (PMB) — em 2012 —, pelo menos cinco candidatos concorrem a uma cadeira na Câmara Municipal nas eleições de outubro com um só objetivo: deixar de ser apenas mais um defensor dos animais para se tornar um defensor dos animais com mandato.

Disputam uma vaga na Câmara defendendo a causa animal Marcelle Moraes (PV), Fernando Oliveira (PHS), Fábio Valécio (PPS), Patruska Barreiro (SD) e Janaína Rios (PTN) — todos eles ligados direta ou indiretamente a Organizações Não Governamentais voltadas para a proteção do Meio Ambiente ou dos animais. 

De Marcell a Marcelle: tudo em família?
Sempre polêmico e com a carreira política associada à causa animal, Marcell Moraes se elegeu vereador de Salvador, em 2012, com 7.973 votos. 
Defensor da ampliação do castramóvel e da construção de um cemitério exclusivo para animais, ele conseguiu, em 2014, eleger-se deputado estadual com 35.771 votos. Agora, tenta emplacar a irmã mais nova, Marcelle Moraes (PV), como vereadora para ocupar sua antiga vaga na Câmara Municipal de Salvador.

Rivalidade deve continuar
Marcelle, por sua vez, não esconde que a carreira do irmão foi sua inspiração para tentar uma vaga no Legislativo. “Cresci envolvida com a causa, tendo Marcell como exemplo, e pelo amor que adquiri pelos animais. Com a saída dele da Câmara, percebi que Salvador precisava de uma representante de verdade”, disse — alfinetando a vereadora Ana Rita Tavares, candidata à reeleição e desafeta declarada de Marcell. Questionada sobre o que pretende fazer diferente do irmão se for eleita, Marcelle afirmou que vai lutar para continuar aprovando os projetos ligados à causa animal.

Entre hospital público e clínicas
Candidato pelo PHS, Fernando Oliveira afirmou que pode ajudar mais os bichos. “Os dois [Marcell e Ana] levantaram a bandeira da proteção animal, mas ela não anda só, só anda com um veterinário. Eu sou veterinário. Entrei com a bandeira animal de forma técnica. Os projetos aprovados e criados não foram analisados por veterinários”, diz.
Oliveira defende a construção de 12 clínicas ou ambulatórios para animais em 12 distritos sanitários. A Metrópole procurou Fábio Valécio, Patruska Barreiro e Janaína Rios,  mas eles não atenderam as ligações.

Notícias relacionadas

[Ministro do TSE aceita ação do PDT contra Bolsonaro]
PolíticaELEIÇÕES 2018

Ministro do TSE aceita ação do PDT contra Bolsonaro

Por Marina Hortélio no dia 22 de Outubro de 2018 ⋅ 15:40 em Política

Já o pedido do partido de Ciro Gomes de impedir empresas e coligação de Bolsonaro de utilizarem o WhatsApp em campanha foi negado

[PGR se cala sobre fala de Eduardo Bolsonaro]
Política

PGR se cala sobre fala de Eduardo Bolsonaro

Por Matheus Simoni no dia 22 de Outubro de 2018 ⋅ 15:00 em Política

No domingo, 21, a PGR já havia dito que não se manifestaria. Hoje, entretanto, o órgão passou a ser pressionado

[TRE-BA autoriza Marcelle Moraes deixar PV ]
Política

TRE-BA autoriza Marcelle Moraes deixar PV 

Por Alexandre Galvão no dia 22 de Outubro de 2018 ⋅ 10:39 em Política

A vereadora disse ainda não ter nenhum partido em vista para se filiar, mas garantiu que será uma legenda "leve, e que abrace a causa animal"