Política

Prefeita de Maragojipe copia jingle de ACM Neto em campanha eleitoral

Candidata à reeleição em Maragojipe, a 130 km da capital baiana, a prefeita Vera da Saúde (PR) vem utilizando um jingle de campanha muito similar ao do candidato à prefeitura de Salvador ACM Neto (DEM). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Matheus Simoni no dia 21 de Setembro de 2016 ⋅ 20:00

Candidata à reeleição em Maragojipe, a 130 km da capital baiana, a prefeita Vera da Saúde (PR) vem utilizando um jingle de campanha muito similar ao do candidato à prefeitura de Salvador ACM Neto (DEM).

Em vídeo enviado por um leitor do Metro1, é possível ver carros de som circulando com a música idêntica à usada pelo democrata em suas peças publicitárias. Compare:

 

Atualmente, Maragojipe é a terceira cidade da Bahia com mais irregularidades eleitorais, segundo dados do aplicativo Pardal, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA). O app registra todas as ocorrências que vão de encontro à lei eleitoral. Com 123 registros, Maragojipe fica atrás apenas de Porto Seguro, com 162, e Salvador, com 523. 

Esta não foi a primeira vez que o jingle da campanha do democrata foi utilizado por outros candidatos. A ex-deputada estadual e candidata à prefeitura da cidade de Pojuca Maria Luiza Laudano (PSL) e o concorrente a vice César Augusto foram condenados a retirar de suas campanhas em redes sociais um jingle que foi considerado plágio da música tema da campanha do prefeito ACM Neto.

Notícias relacionadas

[Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio]
Política

Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio

Por Marina Hortélio no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 16:00 em Política

Inquérito que investiga o senador por suposto recebimento de valores indevidos pela Construtora Norberto Odebrecht para a campanha eleitoral de 2014

[Moro pede exoneração do cargo de juiz ]
Política

Moro pede exoneração do cargo de juiz 

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 13:33 em Política

No documento, o futuro ministro da Justiça alegou que é notório o convite e aceite para a assumir a pasta em 2019