Política

Lídice critica prisão de Mantega e diz que ação foi "um absurdo"

Presente na passeata contra as ações do governo de Michel Temer (PMDB), no Centro de Salvador, nesta quinta-feira (22), a senadora Lídice da Mata (PSB), comentou a vinda da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) para a capital baiana. Reafirmando que o impeachment foi um golpe, a Lídice declarou: "Acho importante pra Bahia e pra Dilma. Pra Bahia porque temos sido um estado de resistência na luta contra o golpe", disse. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 22 de Setembro de 2016 ⋅ 17:34

Presente na passeata contra as ações do governo de Michel Temer (PMDB), no Centro de Salvador, nesta quinta-feira (22), a senadora Lídice da Mata (PSB), comentou a vinda da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) para a capital baiana. Reafirmando que o impeachment foi um golpe, Lídice declarou: "Acho importante pra Bahia e pra Dilma. Pra Bahia porque temos sido um estado de resistência na luta contra o golpe, um estado que tem marcado a resistência contra esse ato de manobra de poder e pra Dilma porque ela vai receber o carinho do povo baiano. Ganhou a eleição aqui na Bahia com a frente muito grande. Os votos que o povo lhe deu foram devolvidos em ações e benefícios", afirmou.

"Dilma veio na luta pela democracia, estão presentes diversos partidos, acho que todos aqueles que estão neste campo de luta contra o golpe serão beneficiados por essa mobilização. A presença de Alice como mais próxima do governo Dilma, fará com que ela possa se beneficiar mais dessa presença", acrescentou.

Na ocasião, a senadora criticou ainda a prisão do ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, pela Operação Lava Jato, e classificou a ação como "abusiva". "Foi um absurdo grande. A indignação das pessoas manifestada de todas as formas foi tamanha que o juiz revogou e compreendeu se tratar de um ato abusivo. O problema é que atos abusivos estão se repetindo, isso nos deixa com muita preocupação sobre que tipo de democracia estamos construindo no Brasil. Estamos caminhando com preocupação para que o país não se torne um país policialesco", declarou.

 

Confira galeria de fotos completa:

Notícias relacionadas

[Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio]
Política

Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio

Por Marina Hortélio no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 16:00 em Política

Inquérito que investiga o senador por suposto recebimento de valores indevidos pela Construtora Norberto Odebrecht para a campanha eleitoral de 2014

[Moro pede exoneração do cargo de juiz ]
Política

Moro pede exoneração do cargo de juiz 

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 13:33 em Política

No documento, o futuro ministro da Justiça alegou que é notório o convite e aceite para a assumir a pasta em 2019