Política

"Devemos nos preocupar imensamente", diz Dilma sobre perigos do "golpe"

Na passeata que aconteceu nesta quinta-feira (22), em Salvador, a ex-presidente Dilma (PT) falou em seu pronunciamento, sobre o perigo do “golpe” para os direitos sociais, alertando a população: “devemos nos preocupar imensamente”. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira /Metropress

Por Laura Lorenzo, Luiza Leão e Matheus Morais no dia 22 de Setembro de 2016 ⋅ 20:00

Na passeata que aconteceu nesta quinta-feira (22), em Salvador, a ex-presidente Dilma (PT) falou em seu pronunciamento, sobre o perigo do “golpe” para os direitos sociais, alertando a população: “devemos nos preocupar imensamente”.

A petista elencou como seus principais temores o corte dos benefícios sociais, a privatização de terras brasileiras, da Petrobras e a compra de plataformas no exterior. “Sabemos que quando se compra plataformas fora do Brasil o que se faz é transferir para Coreia ou Japão ou qualquer país os empregos que nós poderíamos ter. As famílias coreanas agradecem, as famílias brasileiras choram por isso”, lamentou a ex-presidente.

Dilma disse acreditar que as manifestações servem para impedir que “o povo não caiba no orçamento”. Ela completou: “E aí o que fazem? Acabam com o Minha Casa Minha Vida”.

 A ex-presidente afirmou ainda que “eles resolveram que o SUS também não cabia no orçamento”, e que isso seria um “absurdo”.“O SUS é um orgulho que nós devemos ter”.

 

Confira galeria de fotos completa:

Notícias relacionadas