Política

Com ironia, Lula diz que Garanhuns seria o "país" ao qual pediria asilo político

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ironizou a sua possível fuga do Brasil caso tenha a prisão decretada, garantindo que Garanhuns, município pernambucano em que nasceu, seria o único “país” ao qual pediria asilo político. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Por Luiza Leão no dia 24 de Setembro de 2016 ⋅ 14:27

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ironizou a sua possível fuga do Brasil caso tenha a prisão decretada, garantindo que Garanhuns, município pernambucano em que nasceu, seria o único “país” ao qual pediria asilo político. A declaração foi dada em entrevista à Rádio Jornal na última sexta-feira (23), em Recife.

Na ocasião, o ex-presidente afirmou que as investigações, apesar de incômodas, são pertinentes. “Acho muitas das perguntas insólitas, mas eu sou um cidadão igual a qualquer um. Eu não estou acima da lei, se eles acham que tem algum problema tem que investigar. Fiquei muito ofendido quando invadiram a minha casa, mas tudo bem”, disse.

O petista não deixou as ironias de lado ao se referir à sua volta ao cenário eleitoral em 2018. “Pra mim não ser candidato em 2018 é só o Brasil dar certo”, afirmou o ex-presidente. E completou: “se o Brasil desse certo, porque precisaria ser presidente outra vez?”.

Notícias relacionadas