Política

Dinheiro desviado da Petrobras também pagou prostitutas famosas, dizem delatores

Os valores desviados no esquema de corrupção da Petrobras, investigado na Operação Lava Jato, também foram usados para pagar serviços de prostituição de luxo para diretores da estatal e políticos, conforme relatos de delatores às autoridades. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Por Juliana Almirante no dia 13 de Julho de 2015 ⋅ 09:45

Os valores desviados no esquema de corrupção da Petrobras, investigado na Operação Lava Jato, também foram usados para pagar serviços de prostituição de luxo para diretores da estatal e políticos, conforme relatos de delatores às autoridades.  A informação é do jornal Folha de S. Paulo.
 
O doleiro Alberto Yousseff e seu emissário, Rafael Angulo Lopez, contaram que foram gastos, apenas em 2012, cerca de R$ 150 mil para financiar a contratação das prostitutas - algumas delas conhecidas em programas de TV, capas de revistas e desfiles de escolas de samba.  
 
Uma das festas bancadas com as garotas, no terraço do hotel Unique, em São Paulo, custou R$ 90 mil. Embora prostituição não seja considerado crime, a exploração sexual é.

Notícias relacionadas