Política

"Vamos chegar a 14 milhões de desempregados", afirma deputado do DEM

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) falou sobre a economia e política nacional, durante entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (28). Para o democrata, o Brasil vive um período de populismo, que segundo ele causa euforia e ilude as pessoas, além de citar o número de desempregados. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia e Matheus Morais no dia 28 de Setembro de 2016 ⋅ 08:34

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) falou sobre a economia e política nacional, durante entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (28). Para o democrata, o Brasil vive um período de populismo, que segundo ele causa euforia e ilude as pessoas, além de citar o número de desempregados. 

"Nós temos hoje 12 a 13 milhões e vamos chegar a 14 milhões. Não há família que não tenha, uma ou duas pessoas desempregadas. Isso causa desarrumação na sociedade. É importante resolver logo essa situação. Há necessidade que os governantes tenham políticas de austeridade nos gastos, no executivo, no legislativo e no judiciário", afirmou. 

Aleluia disse ainda que os salários começaram a ficar desproporcionais à realidade do país. "A PEC [Proposta de Emenda à Constituição] estabelece isso em todas as esferas de poder. Segundo a PEC os gastos com saúde e educação não podem ser inferiores ao teto. É preciso entender que quando se aumenta endividamento público, se aumenta desemprego. Diminuir juros significa gerar empregos. Nós queremos aprovar a PEC em outubro. Nos países do mundo todo, a reforma da previdência é para proteger o aposentado, precisamos estabelecer o teto de despesas, em primeiro lugar", pontuou.   

Notícias relacionadas