Política

Dirigente do PT questiona Moro e diz que há "tática para prejudicar Lula"

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, foi entrevistado por José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (28), e comentou as ações da Operação Lava Jato, cada vez mais frequentes, contra fíguras relacionadas ao partido. Para o petista, a Polícia Federal e o juiz Sérgio Moro estão "a serviço da grande mídia" e contribuem para a "manipulação" da população, principalmente contra o ex-presidente Lula. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução

Por Gabriel Nascimento no dia 28 de Setembro de 2016 ⋅ 10:19

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, foi entrevistado por José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (28), e comentou as ações da Operação Lava Jato, cada vez mais frequentes, contra figuras relacionadas ao partido. Para o petista, a Polícia Federal e o juiz Sérgio Moro estão "a serviço da grande mídia" e contribuem para a "manipulação" da população, especialmente contra o ex-presidente Lula. "Parece que só o PT tá envolvido na Lava Jato. Todas as listas da Odebrecht, todas as averiguações feitas com [Eduardo] Cunha, sua mulher [Claudia Cruz], Sérgio Machado. O olhar de Moro só consegue ver as pessoas do PT", declarou.

"Virou rotina esse comportamento da PF, da Lava Jato. Uma forma seletiva, sensacionalista, direcionada ao PT. Não precisa ser jurista, intelectual, para observar que as ações da Lava Jato e de Moro são direcionadas ao PT, tem datas pré-organizadas e num processo eleitoral", acrescentou.

Apesar das "investidas" contra a legenda, Everaldo disse confiar na opinião da sociedade e declarou ser a favor das investigações, desde que, não sejam tendenciosas. "Tanto o PT quando a sociedade, queremos apurações. Queremos que quem esteja envolvido em qualquer irregularidade seja punido. Ninguém aceita essa tentativa de manipulação para atingir principalmente o ex-presidente Lula. Todas as pesquisas que fazem, dão a Lula o primeiro lugar na intenção de voto. Nós do PT somos favoráveis a Lava Jato, a apuração, direito de defesa, e punição a quem cometeu crimes. O resto cabe a população analisar. Tem muita coisa pra acontecer ainda no Brasil", disse.

"Tem uma prática, cultura na política de você ir sangrando o seu adversário até que ele perca a condição. A tática que estão utilizando é essa, porque não tem porque prender Lula. A tentativa é levar ao desgaste. Quando não se tem a força da população, o que eles sabem fazer é golpe", finalizou.

 

Notícias relacionadas