Política

Cerca de 1,9 milhão de eleitores devem votar em Salvador

Neste domingo (2), cerca de 1,9 milhão de eleitores de Salvador são esperados nas urnas eleitorais. Na ocasião, serão escolhidos 43 vereadores e o prefeito do município [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Gabriel Nascimento no dia 01 de Outubro de 2016 ⋅ 08:20

Neste domingo (2), cerca de 1,9 milhão de eleitores de Salvador são esperados nas urnas eleitorais. Na ocasião, serão escolhidos 43 vereadores e o prefeito do município. Mestre em Direito Eleitoral e analista judiciário do Tribunal Regional Eleitora (TRE-BA), Jaime Barreiros esclareceu à Rádio Metrópole quais práticas são proibidas. "Não podemos ter boca de urna, embora a gente saiba que vai acontecer, é social, mas é um crime eleitoral”, disse. 

Campanha "fria" - Ainda de acordo com Barreiros, a redução do período de campanha, após a Reforma Eleitoral, “esfriou” o processo. “O tempo que durava cerca de 3 meses, passou para pouco mais de 45 dias, isso já causou um grande impacto. O programa na TV e no rádio também foi reduzido e o mais importante, tiramos da campanha o financiamento empresarial e a lei estabeleceu um teto de gastos. Passaram a ter limitações orçamentárias, por um lado é bom porque evita o abuso do poder econômico, por outro lado tivemos um barateamento geral que repercutiu na própria divulgação das eleições, uma divulgação menor, mobilização menor”, explicou.

Notícias relacionadas