Política

Renan é citado em suposta delação e pode virar alvo da Lava Jato, diz revista

O presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) pode entrar na mira da Operação Lava Jato. Isso porque, segundo a revista Veja, um suposto acordo de delação premiada firmado entre o empresário Felipe Rocha Parente e o Ministério Público Federal (MPF) revela que o peemedebista teria recebido dinheiro desviado da Transpetro, subsidiária da Petrobras. A delação do empresário ainda não foi homologada, no entanto, teria sido confirmada por outros três delatores. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 01 de Outubro de 2016 ⋅ 12:40

O presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) pode entrar na mira da Operação Lava Jato. Isso porque, segundo a revista Veja, um suposto acordo de delação premiada firmado entre o empresário Felipe Rocha Parente e o Ministério Público Federal (MPF) revela que o peemedebista teria recebido dinheiro desviado da Transpetro, subsidiária da Petrobras. A delação do empresário ainda não foi homologada, no entanto, teria sido confirmada por outros três delatores. A informação foi divulgada pela revista no fim da última sexta-feira (30). 

Classificando Calheiros como "homem da mala do PMDB", a publicação diz que o empresário revelou ter repassado propinas para a cúpula do PMDB e que, além do presidente do Senado, o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) também se beneficiava com a ação. No mês de maio, o procurador-geral da República Rodrigo Janot pediu ao Supremo as prisões de Renan, do senador e ex-ministro Romero Jucá e do ex-presidente da República José Sarney. Eles foram gravados pelo ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato, Sérgio Machado. 

Machado declarou que aproximadamente  R$ 100 milhões em propina foram entregues para o partido do presidente Michel Temer (PMDB). No depoimento, Parente teria confirmado o repasse do dinheiro, com datas, nomes e lugares. Para oferecer provas, deu informações sobre hotéis onde se hospedou para finalizar o trabalho.

Notícias relacionadas