Política

Geddel exalta Neto e critica discurso de Alice: "Sociedade não aceita mais"

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Geddel Vieira Lima, já registrou seu voto, neste domingo (2) de eleições municipais. Acompanhado do diretor-geral da Codesal, Alvaro da Silveira Filho, Geddel votou no Colégio Antônio Vieira, no Garcia. Em entrevista ao Metro1, o ministro disse que está "convencido" de que o candidato ACM Neto (DEM) seguirá com o seu mandato a frente da prefeitura de Salvador. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Valter Campanato/ Agência Brasil

Por Jessica Galvão e Matheus Morais no dia 02 de Outubro de 2016 ⋅ 10:28

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Geddel Vieira Lima, já registrou seu voto, neste domingo (2) de eleições municipais. Acompanhado do diretor-geral da Codesal, Alvaro da Silveira Filho, Geddel votou no Colégio Antônio Vieira, no Garcia. Em entrevista ao Metro1, o ministro disse que está "convencido" de que o candidato ACM Neto (DEM) seguirá com o seu mandato a frente da prefeitura de Salvador.

"Não só confiante como também convencido de que vai ser uma vitória extremamente expressiva, algo que vai marcar, claramente, que a sociedade da Bahia e de Salvador, está querendo dar continuidade com a visão de gestão. Menos política e mais gestão. E eu, evidentemente, estou mais feliz por isso, porque em Brasília terei um parceiro aqui para lutar por Salvador, fazer com que essa administração do segundo mandato seja melhor do que o primeiro", falou.

Geddel comentou ainda o discurso de golpe adotado pela candidata Alice Portugal (PCdoB). "Você vai ver depois do resultado. A sociedade vai dizer o que que ela quer, se é esse discurso radicalizado, que não aceita o que a Constituição determina, querendo simplesmente fazer com que a política se transforme em um palco de brigas permanentes, ou se é um discurso de quem quer trabalhar, de quem mostra resultado, de quem luta para melhorar a vida das pessoas. Eu tenho certeza que o resultado vai mostrar que essa, a segunda opção, é a grande alternativa que os homens, mulheres, a juventude de Salvador quer, é trabalho, solução dos problemas, verdade, enfrentamento das questões de maneira que a vida das pessoas melhorem. Esse negócio de ficar xingando, agredindo, de ficar com discurso radicalizado, é coisa que já passou e a sociedade não aceita mais", disse Geddel.

Notícias relacionadas