Política

Temer ironiza críticas pelo português rebuscado: “Não consigo falar errado”

Desde o discurso da posse dos ministérios, o presidente Michel Temer (PMDB) ganhou espaço notório na internet – e não foi por sua popularidade. O que chamou a atenção foi o português, digamos rebuscado, do presidente que abusa do uso da mesóclise, que são colocações pronominais no meio dos verbos, como "falar-lhe-ei" ou "vê-lo-ei" [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 05 de Outubro de 2016 ⋅ 08:37

Desde o discurso da posse dos ministérios, o presidente Michel Temer (PMDB) ganhou espaço notório na internet – e não foi por sua popularidade. O que chamou a atenção foi o português, digamos rebuscado, do presidente que abusa do uso da mesóclise, que são colocações pronominais no meio dos verbos, como "falar-lhe-ei" ou "vê-lo-ei".

As piadas foram tantas que o presidente chegou a afirmar que iria abolir as colocações do seu vocabulário, mas parece ter voltado atrás. “Você fala o português muito correto, Mário. Eu li um artigo de um articulista que me criticava porque eu usava a mesóclises. Eu disse: ‘Me desculpe, mas eu não consigo falar errado’. A mesóclise é uma coisa que economiza palavras. Se você me convidar, quero de vez em quando, falar ao povo da Bahia por seu intermédio”, afirmou. 

Notícias relacionadas