Política

Marcell Moraes entra em campanha para presidência da Assembleia

Ao Metro1, o deputado estadual Marcell Moraes (Pv) confirmou na tarde desta quinta-feira (6) ser o único candidato inscrito na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Segundo ele, nem o atual presidente da AL-BA, Marcelo Nilo (PDT), se inscreveu para concorrer à reeleição. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Luiza Leão no dia 06 de Outubro de 2016 ⋅ 19:19

Ao Metro1, o deputado estadual Marcell Moraes (Pv) confirmou na tarde desta quinta-feira (6) ser o único candidato inscrito na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Segundo ele, nem o atual presidente da AL-BA, Marcelo Nilo (PDT), se inscreveu para concorrer à reeleição.

De acordo com o parlamentar baiano, uma conversa com o líder da oposição Sandro Régis (DEM) e outros opositores será realizada na próxima segunda-feira (10)  para articular sua candidatura. Moraes disse ainda que já sinalizou ao prefeito ACM Neto (DEM) sobre o seu interesse. 

Marcell declarou ao Metro1 que tem como objetivo montar uma bancada de oposição "com uma chapa firme e forte". Para isso, ele pretende buscar o apoio dos demais parlamentares. 

"Estamos na hora da mudança. Acho que já precisamos de um novo presidente na Assembleia e chega agora um jovem. Eu acho que a oportunidade é agora de a gente estar mudando, ainda que a oposição só tenha 19 votos", acredita. 

Notícias relacionadas

[Doria responde suposta sex tape: 'Fake news']
Política

Doria responde suposta sex tape: 'Fake news'

Por Marina Hortélio no dia 23 de Outubro de 2018 ⋅ 17:57 em Política

Ao lado da esposa, o ex-prefeito de São Paulo lamentou o vídeo, que atribuiu à voracidade da campanha pelo estado

[Temer busca aproximação com Bolsonaro]
Política

Temer busca aproximação com Bolsonaro

Por Marina Hortélio no dia 23 de Outubro de 2018 ⋅ 16:00 em Política

Presidente e os aliados pretendem estreitar os laços com o presidenciável do PSL à procura de uma "saída honrosa" para o atual governo