Política

Marx Beltrão é o terceiro ministro exonerado para votar a PEC 241

O ministro do Turismo, Marx Beltrão (PMDB-AL), foi exonerado pelo presidente Michel Temer (PMDB) para poder votar a favor da Proposta de Emenda à Constituição 241/2016, nesta segunda-feira (10). O projeto institui um teto de gastos públicos para os próximos 20 anos. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :Beto Barata/PR

Por Laura Lorenzo no dia 10 de Outubro de 2016 ⋅ 18:53

O ministro do Turismo, Marx Beltrão (PMDB-AL), foi o terceiro a ser exonerado pelo presidente Michel Temer (PMDB) para que poder votar a favor da Proposta de Emenda à Constituição 241/2016, nesta segunda-feira (10). O projeto institui um teto de gastos públicos para os próximos 20 anos.

Outros dois ministros exonerados, além de Beltrão, foram os ministros das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), e de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho (PSB-PE). 

A decisão do Palácio do Planalto foi tomada porque a suplente de Marx Beltrão não está em Brasília e o governo quer demonstrar a força e unidade na base aliada.

De acordo com o portal o Globo, a avaliação do Palácio do Planalto é de que já existe um número suficiente para que os 308 votos necessários para a aprovação da PEC sejam atingido, mas, para que o "simbolismo" de votos negativos à proposta não sejam significantes, os três ministros foram exonerados. 

O líder do PMDB, Baleia Rossi, já foi informado da decisão, e a exoneração será publicada em uma edição extra do Diário Oficial. 

Notícias relacionadas