Política

Neto planeja reforma que prevê corte de terceirizados

O prefeito ACM Neto (DEM) declarou na manhã desta quinta-feira (13), ao jornal A Tarde, que vai enviar para a Câmara Municipal, por volta do dia 15 de novembro, um projeto-de-lei de reforma administrativa. O projeto prevê corte de terceirizados e deve passar a valer a partir do dia 1º de janeiro.

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira /Metropress

Por Laura Lorenzo no dia 13 de Outubro de 2016 ⋅ 16:15

O prefeito ACM Neto (DEM) declarou ao jornal A Tarde, na manhã desta quinta-feira (13), que vai enviar para a Câmara Municipal, por volta do dia 15 de novembro, um projeto de lei de reforma administrativa, que prevê corte de terceirizados, que deve passar a valer a partir do dia  1º de janeiro.

A proposta ainda está sendo elaborada e, de acordo com o democrata, prevê o corte de terceirizados e sua provável substituição por contratados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) ou por pessoal de cargos de confiança, para reduzir o custo da máquina municipal. 

"Eu espero que começo de novembro, mais tardar 10 de novembro, a gente tenha o desenho pronto. Com desenho pronto, vamos preparar projeto de lei e encaminhar à Câmara até segunda metade de novembro", afirmou o gestor.

Neto concluiu: "O projeto inclusive vai prever alterações internas mais profundas, nós estamos preocupados com o fechamento das contas da prefeitura, então vamos tomar algumas medidas, como por exemplo: reduzir o número de terceirizados”.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro será diplomado nesta segunda]
Política

Bolsonaro será diplomado nesta segunda

Por Alexandre Galvão no dia 09 de Dezembro de 2018 ⋅ 17:00 em Política

Os diplomas são assinados pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber, que abre a sessão solene e indica dois ministros para conduzirem os eleitos ao plenário