Política

PEC 241 vai evitar "caos total" na economia, diz senador Otto Alencar

Ao Metro1, durante a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada na sede do Senai Cimatec, o senador Otto Alencar (PSD) disse ser totalmente favorável à PEC 241, já aprovada em primeiro turno com 366 votos, que prevê um teto para os investimentos públicos pelos próximos 20 anos. E afirmou ainda que o Brasil precisa de uma mudança economica "profundamente radical". [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira /Metropress

Por Laura Lorenzo, Luiza Leão e Matheus Morais no dia 20 de Outubro de 2016 ⋅ 17:26

Ao Metro1, durante a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada na sede do Senai Cimatec, o senador Otto Alencar (PSD), disse ser totalmente favorável à PEC 241, já aprovada em primeiro turno com 366 votos, que prevê um teto para os investimentos públicos pelos próximos 20 anos. Ele afirmou ainda que o Brasil precisa de uma mudança economica "profundamente radical".

"Tenho total sintonia com a PEC 241. Ou se toma uma posição radical do ponto de vista econômico no Brasil, bem profundamente radical, ou então nós vamos, do próximo ano até 2018, sair de 68% da dívida pública em relação ao PIB para 70%, 80%, e aí vamos para o caos total. O país vai ter que emitir moeda. Aí vem inflação que é o imposto mais alto para pagar", afirmou o senador.

Otto garantiu ainda que a PEC não deve significar nenhuma perda na educação ou saúde. "Não é verdade. É onde não vai perder, porque são índices veiculados pelo governo federal, pelo governo estadual e pelos municipais", declarou. 

Notícias relacionadas

[Economista é indicado para assumir Enem]
Política

Economista é indicado para assumir Enem

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Janeiro de 2019 ⋅ 15:55 em Política

Teixeira é professor da PUC-Rio nos cursos de graduação e pós-graduação em Administração

[Juiz manda PT baiano devolver mais de R$ 40 mil ]
Política

Juiz manda PT baiano devolver mais de R$ 40 mil 

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Janeiro de 2019 ⋅ 09:56 em Política

Nas ações, são citados o presidente do partido na Bahia, Everaldo Anunciação e Ivan Alex Teixeira Lima, secretário de Finanças