Política

Deputado petista critica PEC 241: "Comparação com economia doméstica é ridícula"

O deputado mineiro Patrus Ananias (PT) criticou fortemente a PEC 241, que estabelece um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ Site do deputado federal Patrus Ananias

Por Matheus Morais no dia 25 de Outubro de 2016 ⋅ 10:54

O deputado mineiro Patrus Ananias (PT) criticou fortemente a PEC 241, que estabelece um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. Ela está pautada para entrar em votação nesta terça-feira (25) na Câmara dos Deputados. Em entrevista à Rádio Metrópole, nesta manhã, o petista disse que tem refletido muito sobre a proposta e que ela representa um "desmonte". 

"Desmonta as políticas sociais porque vincula todos os recursos à inflação do ano anterior e paralisa o país. Eu não aceito a ideia que o país esteja quebrado: temos terras férteis, condições climáticas favoráveis, temos a maior reserva hídrica do mundo. Com essa PEC, ficam congelados os investimentos nas áreas sociais e todos nós queremos a estabilidade econômica, mas a comparação que se faz  da economia do país com a economia doméstica é ridícula", afirmou. 

Ananias disse ainda que a oposição tem trabalhado para derrubar a PEC, mas teme a atuação do governo. "O que eu acho gravíssimo na PEC 241 é que a conta é apresentada aos pobres, desconstruindo conquistas históricas das classe trabalhadoras. Avançamos com o Bolsa Família, mas temo que esses investimentos sejam destituídos. Temo que volte a seca e a fome no Nordeste. Eu tenho estudado e essa rede de proteção social fica ameaçada com a PEC 241. Nós vamos trabalhar para derrubar a PEC 241, mas eu temo que o rolo compressor do Palácio do Planalto volte a atuar outra vez", ressaltou. 

Notícias relacionadas