Política

Imbassahy diz que Lula não tem chances de retornar à presidência: "Descartado"

Questionado sobre o retorno do ex-presidente Lula (PT) nas eleições de 2018 — mesmo com as chances de envolvimento em atividades ilícitas — o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB-BA) deixou claro que não acredita na possibilidade. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 26 de Outubro de 2016 ⋅ 09:48

Questionado sobre o retorno do ex-presidente Lula (PT) nas eleições de 2018 — mesmo com as chances de envolvimento em atividades ilícitas — o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB-BA) deixou claro que não acredita na possibilidade. Durante entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, nesta quarta-feira (26), o tucano declarou: "Não acredito, não. Desgraçadamente Lula atravessa um momento constrangedor. Réu de processos na Justiça. Isso é muito ruim para o país. Ninguém gostaria de ter um presidente nessa situação. A responsabilidade é dele", disse.

O deputado desconsiderou ainda o levantamento realizado pela Vox Populi que indicou 34% das intenções de voto para o petista. "Essas pesquisas que você faz de simulação, você percebe que o PT voltou para aquele limite que tinha anteriormente, a primeira eleição do Lula, tinha votação, mas não era suficiente", afirmou.

"Vamos ter dificuldade porque o rombo que o PT deixou é extraordinário: R$ 170 bilhões, só este ano. Tudo isso a gente vai recuperando, mas vai demorar tempo", acrescentou em alusão a crise política e econômica no país.

 

 

Notícias relacionadas

[Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio]
Política

Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio

Por Marina Hortélio no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 16:00 em Política

Inquérito que investiga o senador por suposto recebimento de valores indevidos pela Construtora Norberto Odebrecht para a campanha eleitoral de 2014

[Moro pede exoneração do cargo de juiz ]
Política

Moro pede exoneração do cargo de juiz 

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 13:33 em Política

No documento, o futuro ministro da Justiça alegou que é notório o convite e aceite para a assumir a pasta em 2019