Política

Cardozo admite ter articulado encontro de Dilma com presidente do STF

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, admitiu ter articulado um encontro entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, em Portugal, durante uma viagem. Ele foi ouvido no plenário da Câmara durante a CPI da Petrobras nesta quarta-feira (15). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/O Globo

Por Matheus Simoni no dia 15 de Julho de 2015 ⋅ 20:14

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, admitiu ter articulado um encontro entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, em Portugal, durante uma viagem. Ele foi ouvido no plenário da Câmara durante a CPI da Petrobras nesta quarta-feira (15). "Não foi o destino. Eu articulei porque acho normal presidentes de poderes conversarem", disse Cardozo.

O ministro também falou sobre escutas ilegais na cela do doleiro Alberto Youssef, preso na sede da Polícia Federal em Curitiba. "Se comprovado que são escutadas ilegais, tomarei as medidas cabíveis. Quem vai decidir sobre anulação de provas ou não é o judiciário. Eu determinarei a abertura de inquérito. Mas se provas valem ou não, é questão de âmbito do Supremo. O judiciário analisará os fatos", declarou ele. 

Notícias relacionadas

[Haddad diz que não vai conceder indulto a Lula]
PolíticaELEIÇÕES 2018

Haddad diz que não vai conceder indulto a Lula

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 18 de Setembro de 2018 ⋅ 10:00 em Política

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e o ex-ministro José Dirceu já se manifestaram a favor de que o ex-presidente seja perdoado