Política

Deputado lembra “admiração por Cunha” e fala de parceria com Marcell Moraes

O deputado federal Uldurico Júnior, que foi eleito em 2014 com 22 anos, pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), conversou com José Eduardo nessa segunda-feira (31) sobre a política nacional e baiana [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Gabriel Nascimento no dia 31 de Outubro de 2016 ⋅ 09:52

O deputado federal Uldurico Júnior, que foi eleito em 2014 com 22 anos, pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), conversou com José Eduardo nessa segunda-feira (31) sobre a política nacional e baiana. “Eu sou político desde que nasci. Meu pai foi deputado federal 3 vezes, tenho primos prefeitos, tive um tio deputado federal. Tem uma genética muito forte, tanto por parte de pai quanto parte de mãe. Não consegui escapar, fui eleito com 22 anos e hoje com 24 anos na presidência do PV, representando todo o estado da Bahia”, disse.

A favor da cassação do ex-deputado Eduardo Cunha, Uldurico Júnior ressaltou que tinha uma admiração pelo parlamentar. “Quando ele era presidente da Câmara dos deputados. Realmente, a Câmara nunca trabalhou tanto, mas as provas que existem contra ele são muito graves, contas no exterior... Ele sempre teve ao lado dele mais de 100 deputados fiéis, por isso que tem muito deputado com medo por conta dessa suposta delação”.

Questionado se o PV pode ser considerado um partido nanico, o deputado negou e destacou a parceria com o deputado Marcell Moraes na Bahia. “Tem uma linha partidária, política, que segue rumo da defesa do ambiente e Marcell faz isso muito bem. Traçamos isso por toda nossa Bahia. Temos 4 vereadores eleitos mostrando a representatividade na cidade, temos vários por toda nossa Bahia. Tenho certeza que vamos conseguir filiar mais prefeitos, mais vereadores e fazer o partido crescer cada vez mais”, afirmou.

Sobre a aliança com o prefeito ACM Neto, Uldurico ressaltou a preocupação do gestor “com a área ambiental”. “Estamos totalmente alinhados com o modo dele de gestão. Infelizmente não conseguimos encaixar a vice, mas entendemos o lado político, a necessidade da articulação politica pra montar a chapa, mas vamos seguir trabalhando dentro da prefeitura. Ele vai sempre ouvir o PV, ele sempre foi muito atencioso, sempre será, não tenho dúvida disso”, elogiou. 

Impeachment
O deputado ressaltou que o partido votou a favor da saída da ex-presidente Dilma Rousseff (PT)  e hoje faz oposição ao governo Rui Costa na Bahia. “Votamos a favor pelo momento que o país vivia, um desgoverno muito grande. Temer tem uma herança maldita gerada pelo PT que, infelizmente, aflora em todo o país. A responsabilidade que Temer tem é muito grande, a crise tem uma profundidade muito grande. Então a gente torce pra que consiga mostrar que tem como fazer política, com ética transparência, responsabilidade”, disse.

 

Notícias relacionadas

[Bolsonaro anuncia Mandetta para Ministério da Saúde]
Política

Bolsonaro anuncia Mandetta para Ministério da Saúde

Por Matheus Simoni no dia 20 de Novembro de 2018 ⋅ 14:40 em Política

Filiado ao DEM, Mandetta é investigado por suposta fraude em licitação, tráfico de influência e caixa dois na implementação de um sistema de informatização da saúde em Ca...