Política

Neto critica "rancor" de Rui: "Não tenho que implorar simpatia do governador"

O prefeito ACM Neto (DEM) concedeu entrevista a Mário Kertész nesta terça-feira (1º), na Rádio Metrópole, e avaliou de maneira dura a relação com o governador Rui Costa (PT). Segundo o democrata, Rui dá "declarações rancorosas" e, por isso, não vai "implorar simpatia" do petista. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Felipe Paranhos no dia 01 de Novembro de 2016 ⋅ 08:51

O prefeito ACM Neto (DEM) concedeu entrevista a Mário Kertész nesta terça-feira (1º), na Rádio Metrópole, e avaliou de maneira dura a relação com o governador Rui Costa (PT). Segundo o democrata, Rui dá "declarações rancorosas" e, por isso, não vai "implorar simpatia" do petista.

"Quando Rui Costa foi eleito governador, em 2014, eu dei uma declaração de que a página estava virada e que eu deixaria a disputa no passado. Quem vê as declarações do governador, [vê que] são declarações rancorosas. Eu não tenho que ficar implorando simpatia com o governador. Wagner conseguia separar o que era divergência política e o que era trato social. Eu, como prefeito, não tenho que ficar atrás da simpatia de Rui. Ele também está bem avaliado, então eu garanto que a população de Salvador não quer ver disputa entre governador e prefeito. O governador precisa amolecer o coração dele. Eu não tenho culpa pelas estratégias deles. Derrotas que não foram só em Salvador. De Pintadas até Camaçari e, por fim, Vitória da Conquista. Isso aconteceu em muitos lugares. O governador precisa compreender o resultado das eleições. É preciso chamar os prefeitos para conversar. Ele nunca chamou o prefeito para trocar ideias coletivamente. Não tenho 2018 na minha cabeça. Comeo eleitor, vou ter uma decisão, e em dois anos muita coisa vai acontecer. Não vou levar mágoas, ressentimentos. Recentemente, ele deu uma entrevista muito mal-educada, mas tudo bem. Pra mim acabou. Quero discutir os problemas de Salvador com ele", falou. 

Notícias relacionadas