Política

Senadora Lídice se manifesta a favor da vaquejada como patrimônio cultural

A senadora Lídice da Mata, do PSB/BA, votou, nesta terça-feira (1), em sessão do Senado Federal, a favor de tornar a vaquejada um patromônio da cultura imaterial e uma forma de manifestação da cultura nacional. Como o texto do projeto de lei foi aprovado pela Câmara dos Deputados, segue, agora, para sanção do Presidente da República, Michel Temer. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Walmir Barreto/ Agência Senado

Por Yasmin Garrido no dia 01 de Novembro de 2016 ⋅ 17:49

A senadora Lídice da Mata (PSB) votou, nesta terça-feira (1), dentro da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal, a favor de tornar a vaquejada um patrimônio da cultura imaterial e uma forma de manifestação da cultura nacional. Como o texto do projeto de lei já foi aprovado pela Câmara dos Deputados, segue, agora, para a votação em Plenário do Senado. Se aprovado novamente, passará à sanção do Presidente da República, Michel Temer.

Na sessão, Lídice afirma que “se está debatendo a possibilidade de a vaquejada ser transformada em patrimônio, em um elemento de referência da cultura dos sertões, da cultura do vaqueiro em nosso país”. A senadora se colocou à disposição para debater todas as outras proposições sobre o tema, “não só a questão da regulamentação da vaquejada, como, também, outros projetos que surjam neste sentido”.

No último dia 6 de outubro, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou uma lei do Ceará que regulamentava a vaquejada e tornou a sua prática ilegal. Mesmo que o projeto de lei seja sancionado pelo presidente, ainda assim prevalecerá o entendimento da Suprema Corte.

Notícias relacionadas