Política

"A princípio", governador descarta sair do PT: "Não tem discussão"

Apesar da retração do Partido dos Trabalhadores diante dos escândalos — especialmente durante a Operação Lava Jato —, e de grandes baixas como o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o governador Rui Costa (PT) deixou claro que não pretende trocar de sigla tão cedo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Pedro Moraes/GOVBA

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 07 de Novembro de 2016 ⋅ 09:26

Apesar da retração do Partido dos Trabalhadores diante dos escândalos — especialmente durante a Operação Lava Jato —, e de grandes baixas, como o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o governador Rui Costa (PT) deixou claro que não pretende trocar de sigla. Durante entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (7), o petista garantiu: "A princípio, não tem discussão de troca de partido".

Para Rui, a colaboração do partido para o país não deve ser esquecida por conta das falhas cometidas. "O PT pagou um preço pelos seus erros, mas teve muitos acertos. O Banco Mundial diz no seu último relatório que o período que o PT governou o país foi a década de ouro. Foi um sucesso da política econômica, da área social, de abastecimento de água. O partido teve acertos e infelizmente cometeu erros graves, como não ter feito a reforma política e o financiamento de campanha", declarou.

Notícias relacionadas