Política

Wagner nega ida para Casa Civil: "Não vejo nem sinal de fumaça"

O ministro da Defesa, Jaques Wagner, negou que, ao menos por enquanto, irá substituir Aloizio Mercadante na Casa Civil. Ele disse que não conversou com a presidente Dilma Rousseff sobre o assunto. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :

Por Juliana Almirante no dia 21 de Julho de 2015 ⋅ 08:11

O ministro da Defesa, Jaques Wagner, negou que, ao menos por enquanto, irá substituir Aloizio Mercadante na Casa Civil. Ele disse que não conversou com a presidente Dilma Rousseff sobre o assunto. “Na minha opinião, esse assunto está por conta do anedotário da política. Como meu nome está sendo incluído, não vejo nem sinal de fumaça”, disse Jaques Wagner nesta segunda-feira, após cerimônia no Ministério da Defesa.

O ex-governador da Bahia também comentou o rompimento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o governo. “O presidente Eduardo Cunha tem o direito de expressar sua posição. Uma manifestação que foi dele. Como o presidente Renan Calheiros (do Senado), que fez críticas ao governo. Prefiro acreditar que estamos melhorando a cada dia nossa relação com o Congresso Nacional. O que era fundamental para o governo conseguimos aprovar”, minimizou Wagner.

 

Notícias relacionadas