Política

TCU pede ao Congresso urgência na votação de contas de ex-presidentes

Após receber a defesa do governo sobre as contas da presidente Dilma Rousseff (PT), o ministro e relator das contas no Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, se reuniu com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para pedir o apoio para que as contas dos ex-presidentes da República sejam votadas o mais rápido possível. Atualmente, elas se encontram paradas no Congresso. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/O Globo

Por Matheus Simoni no dia 23 de Julho de 2015 ⋅ 15:45

Após receber a defesa do governo sobre as contas da presidente Dilma Rousseff (PT), o ministro e relator das contas no Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, se reuniu com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para pedir o apoio para que as contas dos ex-presidentes da República sejam votadas o mais rápido possível. Atualmente, elas se encontram paradas no Congresso. Se elas forem votadas, as contas da presidente Dilma também seriam apreciadas pela Casa com mais rapidez. "Prioridade é a questão da votação das contas", afirmou Nardes ao sair da residência oficial de Calheiros em Brasília, nesta quinta-feira (23).

O ministro comunicou ao presidente do Senado o recebimento da defesa do governo para o caso das chamadas pedaladas fiscais. Após encontro com Renan, o ministro do TCU se reuniu também com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o mesmo objetivo. O ministro Nardes afirmou ter apresentado também ao deputado o documento recebido pelo tribunal em que consta a defesa das contas da presidente Dilma Rousseff referente ao ano de 2014. Segundo o ministro, Cunha demonstrou ser favorável a uma votação mais rápida das contas de outros presidentes que estão paradas na Casa.

Notícias relacionadas