Política

"O Estado não vai ficar de joelhos para o crime", garante governador Rui

Em entrevista coletiva à qual o Metro1 esteve presente na manhã desta segunda-feira (27), o governador Rui Costa (PT) destacou a importância da polícia no combate ao crime na Bahia, além das iniciativas cabíveis para a punição de quem descumprir a lei, ainda que seja policial. Com relação à chacina em Valéria, bairro de Salvador, Rui Costa disse que é necessário haver mais treinamento para que episódios como esse não aconteçam. "Ficou ferido um policial, e poderia ter sido um cidadão. Tanto faz quem for ferido, vamos apurar do mesmo jeito e punir quem for responsável", afirmou. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Bárbara Gomes no dia 27 de Julho de 2015 ⋅ 11:23

Em entrevista coletiva à qual o Metro1 esteve presente na manhã desta segunda-feira (27), o governador Rui Costa (PT) destacou a importância da polícia no combate ao crime na Bahia, além das iniciativas cabíveis para a punição de quem descumprir a lei, ainda que seja policial. Com relação à chacina em Valéria, bairro de Salvador, Rui Costa disse que é necessário haver mais treinamento para que episódios como esse não aconteçam. "Ficou ferido um policial, e poderia ter sido um cidadão. Tanto faz quem for ferido, vamos apurar do mesmo jeito e punir quem for responsável", afirmou.

Também questionado sobre o confronto entre polícia e suspeitos em Santa Cruz Cabrália, no extremo sul da Bahia, o governador destacou que as seis pessoas mortas estavam com armamentos pesados. "Eles estavam com metralhadoras, fuzis e bombas. Os policiais são pais e mães de família como eu e você. Eles querem cumprir com suas obrigações e querem retornar pra casa", defendeu Rui Costa.

O governador disse ainda que está reforçando a área da corregedoria para punir os policiais que cometem crimes. "Eu vou punir todos os policiais que saírem da lei", afirmou. Mas em seguida, ele voltou a destacar que quem receber a polícia com fuzil e metralhadora, "ou está querendo matar ou está querendo morrer". "O Estado não vai ficar de joelhos para o crime", concluiu Rui Costa.

Notícias relacionadas

[Sem Wagner e Coronel, Rui reúne hoje conselho político]
Política

Sem Wagner e Coronel, Rui reúne hoje conselho político

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 07:43 em Política

A expectativa é de que o petista, e os líderes dos partidos, estabeleçam critérios objetivos para o sucessor de Angelo Coronel (PSD), que se elegeu senador