Política

Cunha diz que pedidos de impeachment serão acolhidos se tiverem fundamento

Os pedidos de impeachment da presidente Dilma Rousseff que tiverem fundamentação jurídica serão acolhidos pela Câmara dos Deputados. De acordo com o autor da afirmação, o presidente da Câmara, o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os pedidos serão analisados de forma técnica. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Por Matheus Simoni no dia 27 de Julho de 2015 ⋅ 16:00

Os pedidos de impeachment da presidente Dilma Rousseff que tiverem fundamentação jurídica serão acolhidos pela Câmara dos Deputados. De acordo com o autor da afirmação, o presidente da Câmara, o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os pedidos serão analisados de forma técnica. "Os pedidos de impeachment que sanearem serão analisados sob a ótica jurídica. Os que tiverem fundamento terão acolhimento", afirmou o parlamentar durante um almoço promovido por empresários da associação Lide, em São Paulo, nesta segunda-feira (27). Os pedidos de impeachment devem ser julgados novamente após o recesso do Legislativo.

Cunha pediu que os autores das antigas propostas que estavam "engavetadas" fossem adequadas dentro do regimento da Câmara para que fossem apreciados novamente. A manobra aconteceu após o rompimento do deputado com o governo Dilma Rousseff.

Notícias relacionadas