Política

Cinco meses após impeachment, Dilma não descarta candidatura no Legislativo

Atualmente, a ex-presidente mantém uma agenda de conferências na Europa e nos Estados Unidos, além de viagens ao Rio de Janeiro para visitar a mãe. [Leia mais...]

[Cinco meses após impeachment, Dilma não descarta candidatura no Legislativo]
Foto : Reprodução

Por Lorena Dias no dia 18 de Fevereiro de 2017 ⋅ 14:33

A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou, na tarde deste sábado (18), que não tem intenção de se candidatar novamente à presidência da República, mas que não descarta uma possível candidatura no Legislativo. "Não serei candidata a presidente da República, se essa é a pergunta. Agora, atividades políticas não vou deixar de fazer. Não descarto a possibilidade de uma candidatura para cargos como senadora ou deputada", disse à AFP, durante evento do Partido dos Trabalhadores (PT), em Brasília.

Dilma afirmou ainda que não guarda rancor das pessoas que articularam seu impeachment, nem mesmo do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. "Não tenho nenhum sentimento de vingança ou coisa parecida. Não tive nem com os meus torturadores", disse, em referência ao período em que esteve presa durante a Ditadura Militar. Atualmente, a ex-presidente mantém uma agenda de conferências na Europa e nos Estados Unidos, além de viagens ao Rio de Janeiro para visitar a mãe.

Notícias relacionadas