Política

Delação da Odebrecht cita repasse de R$ 7 milhões a ministro do PRB

A informação, divulgada neste sábado (18) pelo jornal O Estado de São Paulo, faz parte de depoimento que integra a delação da empreiteira na Lava Jato. Os recursos, entregues em dinheiro vivo, teriam comprado apoio do partido então presidido por Pereira à campanha de reeleição de Dilma Rousseff, que tinha Michel Temer como vice. [Leia mais...]

[Delação da Odebrecht cita repasse de R$ 7 milhões a ministro do PRB]
Foto : Fabio Pozzebo/Agência Brasil

Por Lorena Dias no dia 18 de Fevereiro de 2017 ⋅ 17:01

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, teria negociado um repasse de R$ 7 milhões do caixa 2 da Odebrecht para o PRB na campanha de 2014, segundo divulgou o jornal O Estado de S. Paulo neste sábado (18). A informação faz parte de depoimento que integra a delação da empreiteira na Lava Jato. Os recursos, entregues em dinheiro vivo, compraram apoio do partido então presidido por Pereira à campanha de reeleição de Dilma Rousseff, que tinha Michel Temer como vice. Ao todo, a Odebrecht colocou cerca de R$ 30 milhões na operação, como o Estado revelou em dezembro. 

Sexto ministro de Temer citado na Lava Jato, Pereira teria, na época, tratado pessoalmente do assunto com Alexandrino, um dos 77 executivos da Odebrecht que fizeram acordo de delação já homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro rebate as afirmações dos delatores. “Eu desconheço essa operação. Comigo não foi tratado nada disso”, disse. “Delação não é prova.”

Notícias relacionadas