Política

MK se solidariza com Vânia Galvão e critica aumento no salário de vereadores

O apresentador da Rádio Metrópole Mário Kertész se solidarizou com a vereadora Vânia Galvão (PT), que recentemente anunciou que está com um tumor na bexiga durante sessão na Câmara. Para MK, a vereadora foi corajosa ao admitir que estava com a doença e anunciar que continuaria trabalhando.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress (arquivo)

Por Matheus Simoni no dia 30 de Julho de 2015 ⋅ 19:41

O apresentador da Rádio Metrópole Mário Kertész se solidarizou com a vereadora Vânia Galvão (PT), que recentemente anunciou que está com um tumor na bexiga durante sessão na Câmara. Para MK, a vereadora foi corajosa ao admitir que estava com a doença e anunciar que continuaria trabalhando. "Queria desejar saúde, sorte, força, animo, porque qualquer coisa dessas abala qualquer pessoa. Não tenho aproximação nenhuma com ela. Mas sei que ela é uma mulher batalhadora, séria e que acredita nos ideais dela. Fiquei comovido e gostei da sinceridade dela, sem se fazer de vítima e nem nada", afirmou o apresentador. Mário Kertész também criticou os vereadores que votaram pelo aumento dos seus salários na Câmara. O reajuste de 26% começa a valer a partir do próximo ano e foi justificado para se igualar ao salário dos deputados estaduais.

"26% de aumento, seja qual diabo de ano for, é uma insensibilidade. Depois eu vejo um vereador aí, que nem me lembro o nome, que parece que tem o nome Denorex, que parece que é, mas não é, dizendo que Fernando Guerreiro deshonrou a Câmara e teria que ir lá explicar. Honra de quê, rapaz? O pessoal não tem a menor sensibilidade política. Ainda bem que ano que vem vai ter eleição para vereador. Vamos ver se a população vai eleger, ainda assim, as mesmas pessoas para os mesmos lugares e para conversar as mesmas coisas", declarou.

 

Notícias relacionadas

[Sem Wagner e Coronel, Rui reúne hoje conselho político]
Política

Sem Wagner e Coronel, Rui reúne hoje conselho político

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 07:43 em Política

A expectativa é de que o petista, e os líderes dos partidos, estabeleçam critérios objetivos para o sucessor de Angelo Coronel (PSD), que se elegeu senador