Política

Líder da oposição na Câmara diz que bancada não se ofendeu com fala de Kannário

O vereador José Trindade (PSL), líder da oposição na Câmara, posicionou-se sobre a polêmica declaração de Igor Kannário (PHS) sobre uma "organização criminosa" existente na Casa. Na primeira sessão após o Carnaval, Trindade declarou que a "bancada de oposição não se sentiu ofendida" com as palavras do colega. [Leia mais...]

[Líder da oposição na Câmara diz que bancada não se ofendeu com fala de Kannário]
Foto : Ascom

Por Luiza Leão e Matheus Morais no dia 06 de Março de 2017 ⋅ 16:03

O vereador José Trindade (PSL), líder da oposição na Câmara, posicionou-se sobre a polêmica declaração de Igor Kannário (PHS) sobre uma "organização criminosa" existente na Casa. Na primeira sessão após o Carnaval, Trindade declarou que a "bancada de oposição não se sentiu ofendida" com as palavras do colega.

Ainda que pisando em ovos, Trindade alfinetou a base do prefeito ACM Neto (DEM) — da qual Kannário faz parte —, ao supor que se existisse crime organizado na Câmara, os vereadores da oposição não estariam incluídos. "Vamos fazer uma suposição esdrúxula: se existisse uma organização criminosa comandando a Casa, não seria a minoria. Seria a maioria. Supostamente, se isso fosse verdade, seria a maioria. Então é a maioria que tem que se sentir ofendida. É a maioria que tem um chefe", disse o vereador, referindo-se a Neto.

Apesar de agora se manter neutro sobre a polêmica, Trindade havia declarado, na semana passada, que entraria com uma representação contra Kannário no Ministério Público. O líder da oposição, porém, declarou que tomou a medida não pessoalmente, mas em nome da procuradoria da Casa. "Como procurador parlamentar, entrei para defender a imagem da Casa somente. E no Ministério Público, porque isso é obrigação minha como procurador parlamentar", falou.

Notícias relacionadas