Política

Justiça rejeita ação de Lula contra Sérgio Moro por abuso de autoridade

Nesta quinta-feira (9), o Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre, rejeitou a ação penal por abuso de autoridade movida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e família contra o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos em primeira instância da Operação Lava Jato. [Leia mais...]

[Justiça rejeita ação de Lula contra Sérgio Moro por abuso de autoridade]
Foto : Reprodução

Por Yasmin Garrido no dia 09 de Março de 2017 ⋅ 19:13

Nesta quinta-feira (9), o Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre, rejeitou a ação penal por abuso de autoridade movida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e família contra o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos em primeira instância da Operação Lava Jato.

O processo foi aberto em novembro de 2016 e não tem nenhuma relação com a Lava Jato. Na inicial, os advogados de defesa do ex-presidente alegaram que Lula foi vítima de abuso de autoridade por parte do magistrado durante a 24ª fase da Operação Lava Jato. Como justificativa, o documento menciona a condução coercitiva de Lula, além dos mandados de busca e apreensão de bens do político e as interceptações de conversas telefônicas divulgadas por Moro.

A defesa do juiz federal foi feita pela esposa dele, Rosângela Wolff Moro. Para ela, a queixa-crime foi uma tentativa de intimidar o Poder Judiciário e beneficiar ilicitamente o ex-presidente. Nos pedidos da defesa de Lula estavam multa a Moro de até R$ 5 mil, perda do cargo e inabilitação do exercício de função pública por até três anos e detenção por até seis meses.

Notícias relacionadas