Política

Carlos Bumlai assume pagamentos a Delcídio, mas nega obstrução à Lava Jato

O pecuarista José Carlos Bumlai confirmou nesta sexta-feira (10) que seu filho, Maurício Bumlai, fez dois repasses de R$ 50 mil ao ex-senador Delcídio do Amaral. Apesar da confissão, ele negou que o dinheiro tenha qualquer relação com a compra do silêncio do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró.

[Carlos Bumlai assume pagamentos a Delcídio, mas nega obstrução à Lava Jato]
Foto : Alex Ferreira / Câmara dos Deputados

Por Laura Lorenzo no dia 10 de Março de 2017 ⋅ 14:36

O pecuarista José Carlos Bumlai confirmou nesta sexta-feira (10) que seu filho, Maurício Bumlai, fez dois repasses de R$ 50 mil ao ex-senador Delcídio do Amaral. Apesar da confissão, ele negou que o dinheiro tenha qualquer relação com a compra do silêncio do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró.

Junto com Delcídio, Lula, o banqueiro André Esteves e mais duas pessoas, Bumlai é réu acusado de obstruir as investigações da Operação Lava Jato, ao tentarem impedir que Cerveró assinasse um acordo de delação premiada com a Justiça. 

Bumlai confirmou que Delcídio de fato falou sobre uma possível delação de Cerveró em uma conversa que teve em 2015 com  Maurício, mas seu filho teria se a recusado qualquer envolvimento com o assunto.

“Inicialmente o pedido foi R$ 50 mil , ele [Maurício] deu. Ai teve um segundo pedido de mais R$ 50 mil e ele deu também, e é só”, afirmou Bumlai, salientando que os valores teriam sido entregues  apenas para manter uma boa relação com o então senador, cujo poder poderia prejudicar os negócios dos Bumlai. Ele negou qualquer envolvimento com Cerveró.

Notícias relacionadas