Política

'Ministros citados em delações podem pedir demissão', diz Temer

O presidente Michel Temer, em entrevista à Rádio CBN nesta sexta-feira (10), declarou que qualquer ministro de seu governo, caso seja citado nas delações de executivos da Odebrecht e sinta-se pressionado com a situação, pode pedir demissão do cargo, mesmo antes de ser denunciado formalmente ao Supremo Tribunal Federal (STF). [Leia mais...]

['Ministros citados em delações podem pedir demissão', diz Temer]
Foto : Agência Brasil

Por Yasmin Garrido no dia 10 de Março de 2017 ⋅ 16:28

O presidente Michel Temer, em entrevista à Rádio CBN nesta sexta-feira (10), declarou que qualquer ministro de seu governo, caso seja citado nas delações de executivos da Odebrecht e sinta-se pressionado com a situação, pode pedir demissão do cargo, mesmo antes de ser denunciado formalmente ao Supremo Tribunal Federal (STF).

No entanto, o presidente ressaltou que a abertura de inquérito contra membros de seu governo não vai levar ao afastamento automático do ministro. A fala de Temer deu-se em meio à licença do ministro Eliseu Padilha, afastado do cargo por motivos de saúde, apesar de ter sido citado por delatores da Odebrecht como um dos responsáveis pelo recebimento de recursos oriundos do "departamento de propinas" da Odebrecht.

Notícias relacionadas