Política

Defesas de executivos da Odebrecht pedem que delações sejam sigilosas

Nesta sexta-feira (10), as defesas dos executivos e ex-executivos da Odebrecht que firmaram acordos de delação premiada requereram ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin, que o conteúdo dos depoimentos sejam mantidos em sigilo. [Leia mais...]

[Defesas de executivos da Odebrecht pedem que delações sejam sigilosas]
Foto : Agência Brasil

Por Yasmin Garrido no dia 10 de Março de 2017 ⋅ 16:59

Nesta sexta-feira (10), as defesas dos executivos e ex-executivos da Odebrecht que firmaram acordos de delação premiada requereram ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin, que o conteúdo dos depoimentos sejam mantidos em sigilo. Ao total, foram 18 pedidos individuais protocolados no Supremo.

O argumento dos advogados é de que a lei da delação premiada prevê como direitos do colaborador "ter nome, qualificação, imagem e demais informações pessoais preservados". Como pedido alternativo, as defesas solicitam que, caso o STF entenda que deva liberar o sigilo, só divulgue os áudios, sem as imagens dos delatores.

Notícias relacionadas