Política

Ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró é condenado a cinco anos de prisão

O juiz federal Sergio Moro condenou o ex-diretor do setor Internacional da Petrobras Nestor Cerveró a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro. Conforme a sentença, ele ficará preso inicialmente em regime fechado.Cerveró está detido na carceragem da superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Antonio Cruz/ Agencia Brasil

Por Juliana Almirante no dia 26 de Maio de 2015 ⋅ 16:01

O juiz federal Sergio Moro condenou o ex-diretor do setor Internacional da Petrobras Nestor Cerveró a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro. Conforme a sentença, ele ficará preso inicialmente em regime fechado.  Cerveró está detido na carceragem da superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba. A denúncia do Ministério Público Federal no processo da Lava Jato aponta que o ex-diretor comprou um apartamento no Rio de Janeiro com dinheiro adquirido por meio de propina. A quantia foi enviada ao exterior através de empresas offshores no Uruguai e Suíça. "Após a alienação, o produto da venda será revertido à vítima dos crimes antecendentes, a Petrobras", diz trecho do despacho do juiz. 

Comentarios

Notícias relacionadas