Política

'Carne Fraca': JBS diz que repudia prática de adulteração de produtos

O Grupo JBS admitiu que três de suas fábricas estão sendo investigadas na Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta sexta-feira (17). No entanto, a empresa negou que seus produtos sejam adulterados e repudiou a prática. [Leia mais...]

['Carne Fraca': JBS diz que repudia prática de adulteração de produtos]
Foto : Diego Giudice/Bloomberg

Por Yasmin Garrido no dia 17 de Março de 2017 ⋅ 14:20

O Grupo JBS admitiu que três de suas fábricas estão sendo investigadas na Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta sexta-feira (17). No entanto, a empresa negou que seus produtos sejam adulterados e repudiou a prática.

Por meio de nota, a companhia confirmou que a ação envolve duas filiais no estado do Paraná e uma em Goiás. "Na unidade da Lapa (PR) houve uma medida judicial expedida contra um médico veterinário, funcionário da Companhia, cedido ao Ministério da Agricultura", dizia parte do texto.

A JBS declarou também que todas as suas subsidiárias "atuam em absoluto cumprimento de todas as normas regulatórias em relação à produção de alimentos no país e no exterior" e que apoia punições a irregularidades. "A companhia repudia veementemente qualquer adoção de práticas relacionadas à adulteração de produtos – seja na produção e/ou comercialização", concluiu.

Notícias relacionadas