Política

Oposição na Assembleia monta agenda para fiscalizar obras do governo

Durante reunião realizada nesta segunda-feira (3), após o recesso parlamentar, a bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) decidiu por montar uma agenda de fiscalização das obras do governo estadual que se encontram paralisadas. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 03 de Agosto de 2015 ⋅ 19:50

Durante reunião realizada nesta segunda-feira (3), após o recesso parlamentar, a bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) decidiu por montar uma agenda de fiscalização das obras do governo estadual que se encontram paralisadas. A agenda estabelecida pelos deputados vai abranger cinco regiões do estado e começará no dia 20 desse mês,em visitas aos municípios de Ilhéus e Itabuna.

A iniciativa é fiscalizar as obras prometidas pelo ex-governador Jaques Wagner (PT), além das que foram anunciadas pelo governador Rui Costa (PT). A coordenação da primeira visita ficará a cargo do deputado Augusto Castro (PSDB), líder do bloco PSDB/PRB.  Em Ilhéus, os parlamentares vão fazer visitas para checar a situação das obras na Ponte Ilhéus - Pontal, no Hospital Luiz Viana Filho, além das obras de duplicação da BA 415, estrada que liga Ilhéus a Itabuna, bem como o processo de construção do Aeroporto Internacional de Ilhéus. Em Itabuna, os deputados visitarão as obras do Centro de Convenções, do Hospital Luiz Eduardo Magalhães e Barragem do Rio Colônia.

"O governo prometeu esses investimento de infraestrutura para a região sul da Bahia e até agora essas obras não saíram do papel", criticou o deputado tucano. " O papel da oposição é justamente o de acompanhar, fiscalizar e cobrar que os projetos e as ações do executivo sejam concretizados em benefício da sociedade", concluiu o parlamentar.

Notícias relacionadas

[Sem Wagner e Coronel, Rui reúne hoje conselho político]
Política

Sem Wagner e Coronel, Rui reúne hoje conselho político

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 07:43 em Política

A expectativa é de que o petista, e os líderes dos partidos, estabeleçam critérios objetivos para o sucessor de Angelo Coronel (PSD), que se elegeu senador

[Economista pode presidir Petrobras ]
Política

Economista pode presidir Petrobras 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 06:17 em Política

Castello Branco é visto como homem de confiança de Guedes e seu nome já era cogitado para o posto