Política

Mercadante pontua erros do governo e propõe acordo com oposição

O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, admitiu nesta quarta-feira (5) que o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) cometeu erros, mas não especificou as falhas da gestão federal. De acordo com o jornal O Globo, ele também pediu o apoio da oposição para o que chamou de responsabilidade fiscal. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Folha de S. Paulo

Por Matheus Simoni no dia 05 de Agosto de 2015 ⋅ 18:10

O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, admitiu nesta quarta-feira (5) que o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) cometeu erros, mas não especificou as falhas da gestão federal. De acordo com o jornal O Globo, ele também pediu o apoio da oposição para o que chamou de responsabilidade fiscal.

Elogiando o PSDB ao lembrar que a gestão dos tucanos foi marcada pelo controle da inflação, Mercadante pediu um apoio suprapartidário para questões que envolvem política de estado, como a indústria naval. "Vivemos um momento politizado, com erros que cometemos, e se comete quando se governa", disse o ministro. "Vocês têm experiências importantes na administração de estados e do Brasil e precisamos ter pactos de política de estado que vão além do governo", afirmou, dirigindo-se ao presidente da Comissão de Minas e Energia, Rodrigo de Castro (PSDB-MG).

"Existem questões de responsabilidade fiscal, como controle da inflação que vocês fizeram e foi importante para o país. Tem que ter um acordo suprapartidário", sugeriu.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro será recebido por Trump nesta terça-feira ]
Política

Bolsonaro será recebido por Trump nesta terça-feira 

Por Juliana Almirante no dia 19 de Março de 2019 ⋅ 08:40 em Política

No encontro, os mandatários devem discutir comércio bilateral, parcerias estratégicas no setor militar, além da situação econômica e política da Venezuela.

[Marielle Franco é homenageada na Câmara de Salvador]
Política

Marielle Franco é homenageada na Câmara de Salvador

Por Juliana Rodrigues no dia 19 de Março de 2019 ⋅ 08:20 em Política

A sessão especial foi proposta pelo vereador Marcos Mendes (PSOL) e contou com a presença do pai de Marielle, Antônio Silva Neto