Política

José Rocha recebeu doação de empresas que vai investigar em CPI do BNDES

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES na Câmara, o deputado federal José Rocha (PR-BA), recebeu boa parte do dinheiro utilizado última na campanha eleitoral do ano passado de empresas que serão investigadas por ele próprio. De acordo com o site Valor Econômico, 69% de todo o dinheiro doado em 2014 para a campanha eleitoral vieram de quatro empresas que o parlamentar irá investigar. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 06 de Agosto de 2015 ⋅ 19:53

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES na Câmara, o deputado federal José Rocha (PR-BA), recebeu boa parte do dinheiro utilizado última na campanha eleitoral do ano passado de empresas que serão investigadas por ele próprio. De acordo com o site Valor Econômico, 69% de todo o dinheiro doado em 2014 para a campanha eleitoral vieram de quatro empresas que o parlamentar irá investigar: JBS (R$ 300 mil), UTC (R$ 202 mil), Andrade Gutierrez (R$ 200 mil) e OAS (R$ 94 mil). 

Três delas receberam empréstimos do BNDES e são investigadas por desvios na Petrobras no âmbito da Operação Lava Jato. A UTC e OAS são proprietárias do estaleiro Enseada do Paraguaçu, localizadas na Bahia. O estaleiro é um dos que construiria sondas para Sete Brasil arrendar para a Petrobras. O requerimento de criação da CPI propõe investigar os empréstimos do BNDES para empreiteiras investigadas Lava Jato, da Polícia Federal. 

Em outra frente, a CPI deve investigar os empréstimos do BNDES para a política de campeões nacionais, em especial os financiamentos para fusão de frigoríficos, da qual a JBS é uma das principais beneficiárias. Ainda segundo o Valor Econômico, parte dos recursos arrecadados para campanha à deputado federal foi repassado diretamente ao próprio José Rocha. Outra parte foi transferida ao diretório estadual do PR, do qual ele é presidente. A terceira parte teve como destino a confecção de material de campanha junto com o governador Rui Costa (PT). 

Ao ser escolhido para a relatoria da CPI, Rocha afirmou que as investigações têm que tomar cuidado para não criar um ambiente que iniba a atividade do banco. Questionado sobre se convocará empresários com empréstimos no BNDES para serem ouvidos, ele afirmou ao site que "todos os envolvidos no requerimento de criação da CPI serão chamados".

Notícias relacionadas

[Justiça manda soltar Joesley Batista ]
Política

Justiça manda soltar Joesley Batista 

Por Alexandre Galvão no dia 12 de Novembro de 2018 ⋅ 14:44 em Política

Advogado do dono da JBS, Perpaolo Bottini afirmou que a soltura demonstra "a ilegalidade e gravidade da prisão"

[Em ato falho, Moro diz: 'Não sou um político que minto']
Política

Em ato falho, Moro diz: 'Não sou um político que minto'

Por Matheus Simoni no dia 12 de Novembro de 2018 ⋅ 09:48 em Política

Durante entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, Moro voltou a dizer que, apesar de aceitar o cargo de ministro, não migrou para a política, reafirmando que o ca...