Política

Cunha pretende romper convênio com AGU depois de cobrar anulação de provas

Após criticar a atuação da Advocacia-Geral da União (AGU), o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta segunda-feira (10) que pretende romper o acordo de cooperação com o órgão, ao qual compete representar judicialmente e extrajudicialmente a União, incluindo o Legislativo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução / Folha Vitória

Por Stephanie Suerdieck no dia 10 de Agosto de 2015 ⋅ 17:55

Após criticar a atuação da Advocacia-Geral da União (AGU), o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta segunda-feira (10) que pretende romper o acordo de cooperação com o órgão, ao qual compete representar judicialmente e extrajudicialmente a União, incluindo o Legislativo. Segundo reportagem do portal G1, Cunha sinalizou que o rompimento pode ocorrer já nesta terça-feira (11), quando ele retorna a Brasília depois de cumprir agenda em São Paulo nesta segunda.

 

Já o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, disse que o presidente da Câmara cobrou dele, por telefone e outras duas vezes por ofício, que o órgão entrasse com pedido no Supremo Tribunal Federal para anulação de provas da operação Lava-Jato que o incriminam. Segundo Adams, o telefonema ocorreu na última sexta-feira, quando Cunha reclamou de um pedido enviado pela AGU ao STF para anular a votação da Casa que aprovou as contas de governo de três ex-presidentes da República.

 

Notícias relacionadas

[Bolsonaro anuncia Mandetta para Ministério da Saúde]
Política

Bolsonaro anuncia Mandetta para Ministério da Saúde

Por Matheus Simoni no dia 20 de Novembro de 2018 ⋅ 14:40 em Política

Filiado ao DEM, Mandetta é investigado por suposta fraude em licitação, tráfico de influência e caixa dois na implementação de um sistema de informatização da saúde em Ca...