Política

Joesley Batista: “Temer disse que ‘era importante’ manter pagamentos a Cunha”; vídeo

O Supremo Tribunal Federal começou a divulgar, na tarde desta sexta-feira (19), o conteúdo da delação do empresário Joesley Batista, sócio da JBS. Em vídeo, o empresário afirma que foi ao Palácio do Jaburu, residência de Michel Temer, e revelou ao presidente que pagava uma mensalidade a Lúcio Funaro, operador do PMDB, e que pagou R$ 5 milhões a Eduardo Cunha, após o ex-presidente da Câmara ser detido [Leia mais...]

[Joesley Batista: “Temer disse que ‘era importante’ manter pagamentos a Cunha”; vídeo]
Foto : Reprodução/Youtube

Por Bárbara Silveira no dia 19 de Maio de 2017 ⋅ 14:08

O Supremo Tribunal Federal começou a divulgar, na tarde desta sexta-feira (19), o conteúdo da delação do empresário Joesley Batista, sócio da JBS. Em vídeo, o empresário afirma que foi ao Palácio do Jaburu, residência de Michel Temer, e revelou ao presidente que pagava uma mensalidade a Lúcio Funaro, operador do PMDB, e que pagou R$ 5 milhões a Eduardo Cunha, após o ex-presidente da Câmara ser detido.

Ainda segundo Joesley, Temer disse que “era importante manter” os pagamentos para “garantir o silêncio. “Ouvi do presidente Michel Temer que era importante manter isso. A primeira missão era essa. Saber dele se o compromisso era necessário, ele me disse que sim”, afirmou Batista.

Confira parte da delação já divulgada:

 

Comentarios

Notícias relacionadas