Política

Cunha diz que mudança no FGTS será votada ‘por bem ou por mal’ nesta terça-feira

Mesmo indo contra o governo, a Câmara dos Deputados deve votar nesta terça-feira (18) o projeto que muda o índice de correção dos depósitos do FGTS. O presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fez questão de afirmar que o texto é o primeiro da pauta e será levado a plenário “por bem ou por mal”. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução

Por Stephanie Suerdieck no dia 17 de Agosto de 2015 ⋅ 18:51

Mesmo indo contra o governo, a Câmara dos Deputados deve votar nesta terça-feira (18) o projeto que muda o índice de correção dos depósitos do FGTS. O presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fez questão de afirmar que o texto é o primeiro da pauta e será levado a plenário “por bem ou por mal”. Favorável ao projeto, Cunha voltou a repetir o argumento de que as novas regras não trarão impacto negativo nas contas públicas, já que tratam apenas dos depósitos futuros. “Isso não tem nada a ver com conta de governo, é dinheiro do trabalhador. É uma tentativa de evitar que passe um projeto para que o governo não fique daqui a dez anos supostamente sem margem de manobra”, disse o peemedebista.

Pelo projeto, a partir de janeiro do próximo ano os depósitos dos trabalhadores feitos na conta do FGTS terão a mesma correção da poupança. O presidente da Casa acredita que isso poderá dobrar a remuneração em relação ao que é pago atualmente.

Notícias relacionadas

[Isidório renuncia na AL-BA e policial federal assume]
Política

Isidório renuncia na AL-BA e policial federal assume

Por Clara Rellstab no dia 24 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:20 em Política

O Policial Federal Anderson Muniz assumirá a posição de Isidório na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) até o dia 31 de janeiro

[ Pacote de Moro propõe ampliar confisco de bens]
Política

Pacote de Moro propõe ampliar confisco de bens

Por Clara Rellstab no dia 23 de Janeiro de 2019 ⋅ 11:40 em Política

Promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL), as mudanças na legislação visam a fortalecer o combate à corrupção e ao crime organizado