Política

Mesmo com denúncia de corrupção, Cunha afirma estar "sereno"

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse estar "sereno" e tranquilo após ser denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (20). O parlamentar foi indiciado por suposto envolvimento nas irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato e afirmou que continuará seu trabalho como presidente da Câmara. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Agência Câmara

Por Matheus Simoni no dia 20 de Agosto de 2015 ⋅ 20:05

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse estar "sereno" e tranquilo após ser denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (20). O parlamentar foi indiciado por suposto envolvimento nas irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato e afirmou que continuará seu trabalho como presidente da Câmara. "Estou absolutamente sereno e refuto com veemência todas as ilações constantes da peça do Procurador Geral da República. Sou inocente e com essa denúncia me sinto aliviado, já que agora o assunto passa para o poder judiciário", afirmou Cunha.

"Como eu já disse anteriormente, fui escolhido para ser investigado e, agora, ao que parece, estou também sendo escolhido para ser denunciado, e ainda, figurando como o primeiro da lista. Não participei e não participo de qualquer acordão e certamente, com o desenrolar, assistiremos à comprovação da atuação do governo, que já propôs a recondução do Procurador, na tentativa de calar e retaliar a minha atuação política", afirma a nota publicada pelo deputado.

Notícias relacionadas

[Moro deve trocar comando da Polícia Federal]
Política

Moro deve trocar comando da Polícia Federal

Por Marina Hortélio no dia 17 de Novembro de 2018 ⋅ 08:30 em Política

De acordo com a Folha, o atual superintendente da PF do Paraná, o delegado Maurício Valeixo, é um dos principais cotados para assumir o posto de diretor-geral da PF ou in...