Política

Joesley chama Temer de "ladrão geral da República" em resposta à nota do Planalto

O empresário da JBS Joesley Batista chamou o presidente Michel Temer de "ladrão geral da República" em resposta à nota oficial divulgada pela Secretaria de Comunicação do Planalto, na noite desta sexta-feira (1), que classifica a delação do doleiro Lúcio Funaro como "inconsistente" e acusa os irmãos Batista de "omitirem" fatos. [Leia mais...]

[Joesley chama Temer de
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Luiza Leão no dia 02 de Setembro de 2017 ⋅ 13:46

O empresário da JBS Joesley Batista chamou o presidente Michel Temer de "ladrão geral da República" em resposta à nota oficial divulgada pela Secretaria de Comunicação do Planalto, na noite desta sexta-feira (1), que classifica a delação do doleiro Lúcio Funaro como "inconsistente" e acusa os irmãos Batista de "omitirem" fatos. Também em nota, Joesley diz que Temer envergonha o país.

"A colaboração premiada é por lei um direito que o senhor presidente da República tem por dever respeitar. Atacar os colaboradores mostra no mínimo a incapacidade do senhor Michel Temer de oferecer defesa dos crimes que comete. Michel, que se torna ladrão geral da República, envergonha todos nós brasileiros", diz o empresário.

Notícias relacionadas