Política

"Já foi corrigido", diz Otto sobre demissão de aliados do governo

Após ter criticado o governo estadual sobre a demissão de aliados na última semana, o senador Otto Alencar (PSD-BA) comentou a decisão da gestão estadual e declarou que a situação já havia sido "corrigida". Na última sexta-feira (1º), um técnico da Agência de Defesa Agropecuária (Adab), da sua cidade natal, Ruy Barbosa, foi desligado sem o seu consentimento e uma diretora Regional de Educação de Itaberaba foi substituída por uma pessoa que é adversária política do governador Rui Costa (PT).[Leia mais...]

[
Foto : André Correia/Agência Senado

Por Matheus Simoni e Matheus Morais no dia 04 de Setembro de 2017 ⋅ 15:04

Após ter criticado o governo estadual sobre a demissão de aliados na última semana, o senador Otto Alencar (PSD-BA) comentou a decisão da gestão estadual e declarou que a situação já havia sido "corrigida". Na última sexta-feira (1º), um técnico da Agência de Defesa Agropecuária (Adab), da sua cidade natal, Ruy Barbosa, foi desligado sem o seu consentimento e uma diretora Regional de Educação de Itaberaba foi substituída por uma pessoa que é adversária política do governador Rui Costa (PT). Em entrevista ao Metro1, Otto afirmou que as trocas não teriam sido "de má-fé".

"Foi mais falta de contato com as lideranças locais. Colocaram lá, não comunicaram ao prefeito e colocaram uma pessoa que não tem nada a ver com o prefeito e com as lideranças de Itaberaba. Coisa de burocrata. Aí mudaram, já corrigiram", disse o senador, que citou que o secretário de relações institucionais, Josias Gomes, assim que soube dos equívocos, tratou de corrigí-los. "Não é nem pelo cargo. Os municípios, quando muda assim sem avisar, o prefeito não aceita. E por que ele não aceita, porque ele é o primeiro cidadão do município e tem que saber o que está acontecendo na cidade administrada", afirmou.

Notícias relacionadas